Conheça nossos cases de sucesso e torne-se um também!

Exército Brasileiro
Exército Brasileiro

Atualmente, a utilização de processos de separação por membranas (PSM), por exemplo, membranas de Ultrafiltração (UF), tem demonstrado que a sua aplicação torna-se cada vez mais atrativa como possível alternativa ao tratamento convencional de água para fins potáveis. Vale ressaltar, que o foco das membranas de UF é a efetiva remoção de macro moléculas, turbidez, colóides, bactérias e vírus.


É sempre importante lembrar que a Portaria 2914/2011 do Ministério da Saúde define os Valores Máximos Permitidos (VMP) para as diversas substâncias presente na agua para consumo humano. Com base na 2914/2011 existe uma necessidade atual de se atender a VMP de Turbidez de até 0,5 NTU na água tratada, o que coloca em maior evidência a utilização dos sistemas de Ultrafiltração fornecidos pela Permution.

Logo, a qualidade superior da água tratada por UF em comparação ao tratamento convencional, pode ser considerada a principal vantagem desta tecnologia. Entre outras vantagens, vale citar: Sistema compacto e modular, maior adaptação à variabilidade da qualidade e quantidade da água bruta, facilidade operacional e de manutenção e minimização no uso de produtos químicos.

Os Sistemas desenvolvidos pela Permution são dimensionados sempre em função do perfil da água bruta a ser tratada e em conformidade com as necessidades de água solicitada pelo cliente.

  • Sanepar
    Sanepar

    O sistema piloto construído pela PERMUTION para atender a SANEPAR é uma estrutura montada em um container marítimo de 20 pés que tem por objetivo o desenvolvimento de pesquisas sobre técnicas avançadas de tratamento de água, bem como possibilitar o desenvolvimento de novas tecnologias. Ele pode ser utilizado para outras finalidades, dentre elas: a utilização na avaliação de alternativas para a tratabilidade de águas que apresentem dificuldades operacionais e/ou altos padrões de consumo de produtos químicos, bem como estabelecer os parâmetros para o dimensionamento e de funcionamento de sistemas em escala real.

    O equipamento foi totalmente automatizado, com sensores de vazão, pressão, ORP, pH e sonda UV. Tudo controlado por um poderoso CLP Siemens S7 com tela touch full color de 21 polegadas aonde todas as informações ficam armazenadas em um “data logger”. O sistema de automação foi desenvolvido para operar remotamente integrado ao sistema supervisório da Sanepar via internet 4G.

     

    O Sistema de tratamento avançado de água é composto por:

     I. sistema de abrandamento;

    II. sistema de dessalinização de águas com membranas de osmose reversa;

    III. sistema de desinfecção por ultravioleta; e

    IV. estação dosadora de solução de hipoclorito de sódio.


    Estes quatro estágios de tecnologias permitem uma operação continua do Sistema Piloto. A partir do quadro de comando é possível a operação dos módulos, de forma individual, integrada e alternada, ou seja, possibilidade de se avaliar, por exemplo, somente o módulo de abrandamento ou o módulo de osmose reversa e ultravioleta, de forma conjunta, intercalada e alternada.

    O projeto executado é um sucesso, atualmente o container se encontra no litoral do Paraná trabalhando em diversas pesquisas de interesse da Sanepar. Estes dados coletados durante as pesquisas irão ajudar a determinar novos métodos de tratamento de água e que futuramente poderão ser implantados em sistemas similares, porém em maior escala.