08.Abr.2019

Água desmineralizada: conheça mais sobre esse tipo de água

Água desmineralizada: conheça mais sobre esse tipo de água
Água não existe apenas em uma forma. Há várias maneiras de tratamento e purificação para água, de acordo com o objetivo de sua utilização, desde o consumo até o uso industrial. Para cada resultado desejado, deve-se optar por um equipamento que realize a filtragem da água de acordo. O processo pode ser realizado tanto para remoção de impurezas, como é mais comum na água potável, até para retirada de minerais, a fim de obter uma água totalmente pura, para fins principalmente industriais. No artigo de hoje falaremos de um desses tipos, a água desmineralizada e as suas características e utilidades. Entenda:

 

 

O que é água desmineralizada?

 

Como o nome indica, é a água desprovida de minerais. A água natural, mesmo direto da fonte, possui certos minerais em sua composição. Existem certas demandas, no entanto, que requerem que o líquido esteja em seu estado mais quimicamente puro, sem seus minerais e com o pH adequado.

 

Assim, o processo de desmineralização funciona para retirar todas as substâncias químicas, íons, metais e minerais, tais como cálcio, ferro, magnésio e potássio.

 

O resultado é similar ao da água destilada, já que ambos têm como base o fato de serem águas puras quimicamente. A diferença é o processo que é utilizado para atingir este fim. Esse tipo de água não é bom para consumo, uma vez que nosso corpo precisa dos minerais da água.

 

Como obtê-la?

 

O método mais comum para obter água desmineralizada é através de equipamentos de troca iônica. Neste procedimento, o polímero das resinas libera íons de sódio, hidrogênio ou hidroxila para associar com os cátions e ânions dessas substâncias.

 

Uma vez carregado de íons, a água passa por um processo químico para a remoção e desmineralização da água. É um método eficaz para remover todos os elementos desnecessários e obter água nas condições ideais para o que deseja.

 

Esse procedimento pode ser feito tanto em equipamentos com leitos separados quanto com leito misto. No primeiro, as resinas catiônicas e aniônicas ficam em tanques isolados, além de serem necessários tanques separados para as substâncias químicas.

 

Já no segundo, os polímeros ficam misturados em um único tanque. Apesar das diferenças, ambos os métodos de troca iônica são de baixo custo e são fáceis de serem implementados e manuseados.

 

Para que serve?

 

Enquanto a água desmineralizada não é boa para o consumo, ela tem várias utilidades em outros campos, sobretudo no industrial. Isso se deve ao fato que os minerais e metais da água a tornam mais “dura” e corroem com mais facilidade os equipamentos industriais. Assim, a água desmineralizada garante o prolongamento da vida útil das máquinas e evita o desgaste das mesmas.

 

Outra área que se beneficia desse tratamento é a farmacêutica, que precisa de água pura para realizar testes precisos e fabricar medicamentos de qualidade. Por esse mesmo motivo também é muito utilizado para fabricar cosméticos de alta qualidade e livre de resíduos. Já no segmento médico e odontológico, é comum utilizar esta água quimicamente pura para esterilizar os equipamentos e realizar certos procedimentos cirúrgicos.

 

Caso esteja interessado em um equipamento de desmineralização, confira nossos produtos de tratamento de água e entre em contato para tirar suas dúvidas.

Deixe seu comentário